Preenchimento Cutâneo Facial

O procedimento



Com o passar dos anos, o processo de envelhecimento da face gera rugas de expressão e o aprofundamento dos sulcos naturais do rosto, como o nasogeniano e o labiomentoniano. O procedimento de preenchimento facial é a injeção de produtos biocompatíveis para melhora dessas marcas.

Os principais objetivos do procedimento são:

  • Melhoras dos sulcos profundos e rugas de expressão
  • Injeção de produtos adequados e consagrados, na concentração e planos adequados
  • Evitar o uso de volumes excessivos, levando a estigmas, como lábios extremamente preenchidos.

Os locais mais tratados são:

  • Sulco nasogeniano
  • Sulco labiomentoniano
  • Sulco infrapalpebral
  • Contorno da mandíbula
  • Lábios
  • Glabela
  • Fronte.

A recomendação atual é pelo uso de produtos absorvíveis, em vez de produtos inabsorvíveis, que podem gerar problemas a longo prazo, como migração para outros locais e nodulações no subcutâneo.

Perguntas Frequentes


Cuidados após o procedimento

Embora não seja uma cirurgia, alguns cuidados devem ser observados após o procedimento:

  • Realizar compressa de gelo no local no mínimo 3 vezes ao dia
  • Evitar trauma direto na face
  • Evitar exposição solar por 2 meses.
Não há necessidade de drenagem linfática. As mamas poderão ser molhadas após a primeira troca de curativo.
Quais são as indicações?
O preenchimento cutâneo facial é indicado para a melhora de sulcos faciais profundos e rugas de expressão que não melhoram com outros tratamentos, como toxina botulínica e peelings a laser.
Quais os produtos usados no procedimento?
Os produtos mais usados são absorvíveis ou semipermanentes, a base de ácido hialurônico, hidroxiapatita de cálcio e ácido polilático. Existem várias densidades dos produtos, cada uma sendo indicada para aplicação em uma profundidade específica. Os produtos inabsorvíveis, como o PMMA (metacrilato) não devem ser usados de rotina.
Quanto tempo dura cada produto?

Ácido Hialurônico: 6 a 12 meses

Hidroxiapatita de cálcio: 1 a 1 ano e meio

Ácido polilático: 1 a 2 anos.

A aplicação é dolorosa?
Geralmente são usadas várias técnicas anestésicas para diminuir o desconforto durante aplicação, como gelo e pomadas anestésicas. Em casos selecionados é realizada anestesia local ou do nervo responsável pelo local tratado, semelhante à anestesia utilizada na Odontologia.