CIRURGIAS DE ALTA COMPLEXIDADE

Ao contrário do que muitos pensam, as cirurgias plásticas não têm só valor estético. Muitas vezes elas são realizadas para corrigir algum problema de saúde, melhorar a qualidade de vida, aumentar a autoestima e, mais que isso, transformar sonhos em realidade.

Conheça algumas curiosidades de duas cirurgias plásticas de alta complexidade!

TRANSPLANTE DE FACE

Robert Chelsea, de 68 anos, é o primeiro homem negro a fazer um transplante total de rosto. Ele também é o paciente mais velho a realizar esse procedimento.

A cirurgia, realizada em julho de 2019, durou 16 horas e foi conduzida por uma equipe de 45 profissionais do Hospital Brigham and Women’s, na cidade de Boston, em Massachusetts, nos Estados Unidos.

O homem teve 60% do corpo queimado depois de um acidente de carro em 2013. Ele ficou seis meses em coma e um ano e meio internado. Durante esse período, passou por 30 cirurgias, mas partes dos lábios, do nariz e da orelha dele não puderam ser reconstruídas. Por isso, o transplante foi considerado como a melhor opção.

Hoje, Robert está progredindo e recuperando a função motora da face. Assim, poderá voltar a comer, sorrir e falar normalmente.

É a cirurgia plástica devolvendo a vontade de viver!

CIRURGIA DE TRANSIÇÃO DE GÊNERO

O Conselho Federal de Medicina mudou regras sobre a cirurgia de transição de gênero, em janeiro deste ano. Agora, terapias hormonais estão liberadas a partir dos 16 anos, e cirurgias, a partir dos 18. Vale lembrar que o procedimento vai muito além da mudança do órgão genital.

Para fazer a cirurgia, é preciso ter acompanhamento por, pelo menos, um ano com uma equipe médica multidisciplinar, que compõe, além do cirurgião plástico, psiquiatra, endocrinologista, ginecologista, urologista e pediatra.

A equipe médica e o paciente criam uma relação de confiança e, juntos, avaliam a decisão, já que é preciso ter muita certeza e estar apto para a transição. O foco deve ser sempre a segurança e a saúde física, química e emocional do paciente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *