Conheça 5 curiosidades sobre algumas das cirurgias plásticas mais procuradas!

MASTOPEXIA

  1. O objetivo da mastopexia clássica é rejuvenescer as mamas e não aumentar o seu tamanho. A cirurgia é indicada para mulheres que possuem seios flácidos e/ ou com a aréola alargada devido à gravidez, amamentação, alterações no peso, envelhecimento e hereditariedade.
  2. Os resultados podem não ser definitivos. Em caso de oscilações de peso ou de uma nova gravidez, a pele da mama pode se estirar, desfazendo os resultados da mastopexia.
  3. É possível associar a mastopexia ao implante de silicone, caso o objetivo da paciente for aumentar o volume dos seios além de levantá-los.
  4. Após o procedimento, é necessário ter cuidados específicos. No pós-operatório da mastopexia, é fundamental utilizar um sutiã cirúrgico ou bandagem elástica para reduzir o inchaço e manter a sustentação da mama. Em alguns casos, também será colocado um dreno sobre a pele para evitar o acúmulo de sangue ou fluido.
  5. É importante manter uma rotina de atividades físicas e dieta balanceada após a mastopexia. Os resultados da cirurgia serão mais duradouros se a paciente manter o seu peso estável, adotando uma alimentação saudável e uma rotina de exercícios físicos.

OTOPLASTIA

  1. Há idade mínima para se submeter à cirurgia. Considerando que o desenvolvimento das orelhas ocorre até os 7 anos, a otoplastia só deve ser feita após essa idade.
  2. Fique atento às questões pré-operatórias. Antes de considerar a cirurgia, é importante realizar exames de sangue, eletrocardiograma e uma avaliação clínica completa. Dessa forma, é possível descobrir eventuais riscos e contraindicações.
  3. A otoplastia é realizada por meio um corte vertical que descola a pele. Na sequência, retira-se a o excesso de tecido para modelar um novo tamanho e formato de orelha. O processo pode durar entre 1h30 e 2h.
  4. Devido à nova modelação das cartilagens, é importante manter um curativo com gaze e esparadrapo por até uma semana após a cirurgia. Depois deste período, os pontos serão retirados e o paciente deverá usar por um mês uma faixa especial nas pontas da orelhas. No período pós-operatório, é essencial evitar exercícios físicos e exposição ao sol.
  5. Tenha uma expectativa realista quanto aos resultados. Alguns pacientes podem idealizar resultados com base em alguma atriz ou celebridade que realizou a cirurgia. No entanto, é importante ter em mente que os resultados da otoplastia são individuais e serão projetados conforme as características genéticas do paciente.

RINOPLASTIA

  1. A rinoplastia não te deixará com o nariz igual ao de uma celebridade. Muitas pessoas procuram a rinoplastia sonhando em ter um nariz como o da Kate Middleton ou de Kim Kardashian, por exemplo. No entanto, possuir a estrutura nasal idêntica ao de um artista é, quase sempre, impossível. Isso porque cada pessoa possui características faciais únicas e a cirurgia visa harmonizar o nariz de acordo com suas particularidades étnicas e genéticas.
  2. A rinoplastia não tem função meramente estética. A cirurgia de remodelação nasal também pode ser feita para corrigir defeitos que prejudicam a respiração, como o desvio de septo e a adenoide (carne esponjosa).
  3. 3- As cicatrizes são imperceptíveis. Na maior parte das rinoplastias, a incisão é feita por dentro do nariz. Porém, se houver necessidade de alterar as asas nasais, o corte pode ser externo. Apesar disso, a cicatriz torna-se imperceptível com o passar do tempo.
  4. O pós-operatório é tranquilo, mas exige cuidados. Nos primeiros dias após a rinoplastia, é normal observar leves sangramentos e ter a sensação de congestionamento nasal devido ao inchaço. Por isso, recomenda-se dormir com a cabeça elevada na primeira semana, além de evitar sol e atividades físicas no primeiro mês.
  5. O resultado final pode aparecer somente após 6 meses de cirurgia, embora seja possível ver uma mudança significativa logo após 2 meses.

LIPOASPIRAÇÃO

  1. O propósito da lipo não é o emagrecimento, e sim a eliminação de pequenos depósitos de gordura localizada.
  2. Existe um limite de gordura que pode ser removida. Conforme decretado pelo Conselho Federal de Medicina, os cirurgiões plásticos só podem eliminar até 7% do volume corpóreo total do paciente.
  3. Os resultados da lipo só são visíveis depois de 6 meses. Nos primeiros meses, o inchaço prevalecerá na área operada.
  4. Pode ser necessário fazer drenagem no pós-operatório para estimular a circulação sanguínea e reduzir o inchaço.
  5. É possível engordar depois da lipo. Para evitar o ganho de peso após a lipoaspiração, é fundamental manter uma dieta balanceada e uma rotina de atividades físicas. Do contrário, a gordura eliminada poderá retornar em outras áreas do corpo.

GLUTEOPLASTIA

  1. É possível aumentar e remodelar o bumbum de duas formas: com implantes de silicone ou transferência de gordura análoga (retirada do próprio corpo da paciente). Os implantes deixam os glúteos mais arredondados, enquanto o enxerto de cria contornos mais naturais.
  2. Para um resultado harmônico, o volume deve ser proporcional ao corpo. Embora muitas pacientes queiram ter o bumbum idêntico ao de uma celebridade, é importante entender que o procedimento é sempre individualizado conforme as características do seu corpo. De modo geral, o objetivo da gluteoplastia não é apenas aumentar o bumbum, mas torná-lo mais harmônico em relação aos quadris e cintura.
  3. Após um implante nos glúteos, não é possível tomar vacina no bumbum. A prótese de silicone é segura e densa, porém, agulhas podem provocar cortes e prejudicar o implante. Por isso, recomenda-se que após se submeter ao procedimento, haja aplicação somente nos braços ou nas coxas.
  4. Fuja do silicone industrial. Mesmo sendo proibido, o silicone industrial ainda é utilizado por clínicas clandestinas. Trata-se de uma opção extremamente perigosa, que pode causar inflamações e deformações graves.
  5. As próteses de silicone para o bumbum podem durar 10 anos ou mais. Já o enxerto análogo se fundirá aos outros tecidos de modo permanente. Por isso, é essencial escolher um volume compatível com a sua estrutura física para evitar arrependimentos futuros.

MAMOPLASTIA

  1. Implantes mamários devem ser compatíveis com a sua estrutura corporal. Para garantir um resultado harmônico e natural, o volume de silicone deve ser adequado às proporções do seu tronco. Mulheres pequenas e magras, por exemplo, devem evitar próteses muito volumosas.
  2. Implantes de silicone têm vida útil estimada entre 10 e 20 anos, sendo necessário trocá-los após o vencimento.
  3. Amamentação deve ser considerada antes de colocar um implante. Para as mulheres que desejam amamentar, é preferível colocar os implantes mamários após a decisão de não ter mais filhos, pois podem dificultar a produção de leite. Os implantes colocados por debaixo do músculo peitoral (submuscular) são os que menos interferem com a amamentação.
  4. Mamoplastia não é só para aumentar. Mulheres com seios exageradamente grandes que trazem desconforto estético e prejudicam a postura podem ser submeter à mamoplastia redutora.
  5. Em casos especiais, o acréscimo de volume nas mamas pode ser feito utilizando a gordura da própria paciente. Para tanto, transfere-se a gordura de regiões como cintura, coxas, costas.

MENTOPLASTIA

  1. Melhora a aparência e a harmonia facial.
  2. No caso de um queixo muito pequeno ou retraído pode ser feita a mentoplastia de aumento.
  3. Quando o queixo tem um tamanho muito grade ou está muito projetado, a cirurgia chama mentoplastia redutora.
  4. É indicada para auxiliar no tratamento da apneia obstrutiva.
  5. O tratamento ortodôntico muitas vezes deve ser feito antes da mentoplastia.

ABDOMINOPLASTIA

  1. Abdominoplastia é diferente da lipoaspiração.
  2. Você pode fazer o procedimento após a gravidez.
  3. A abdominoplastia não emagrece.
  4. Você deve manter uma alimentação saudável e fazer exercícios após a cirurgia.
  5. Se você não cuidar, a flacidez pode voltar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *